França taxa grandes empresas da internet e irrita Donald Trump

  • Por Ulisses Neto/Jovem Pan
  • 12/07/2019 09h48
USP imagensAs gigantes da internet terão que pagar 3% de imposto em cima do faturamento total dos serviços prestados para os franceses

O governo da França decidiu começar a taxar as grandes empresas de internet e abriu uma nova disputa com os Estados Unidos. O imposto anunciado pelo gabinete de Emmanuel Macron está sendo chamado de Gafa – um acrônimo para Google, Apple, Facebook e Amazon.

As gigantes da internet terão que pagar 3% de imposto em cima do faturamento total dos serviços prestados para os franceses. O imposto foi aprovado nesta quinta-feira (11) pelo parlamento do país e tornou a França o primeiro país entre as grandes economias a taxar gigantes da internet dessa forma.

A questão é que as principais empresas do setor são americanas e o presidente Donald Trump não gostou nada desse imposto. Ele já pediu, inclusive, uma investigação em seu país contra a legislação francesa numa forma de pressionar os aliados europeus.

Na verdade, a França tentou uma mobilização em bloco na União Europeia, mas encontrou resistência por parte da Alemanha. Países menores que oferecem incentivos fiscais para as empresas de tecnologia como Irlanda e Luxemburgo também não gostaram.

Por isso, os franceses decidiram seguir sozinhos por enquanto. O Reino Unido, por sua vez, pretende adotar legislação semelhante em breve.

Há uma forte pressão da opinião pública por aqui contra as gigantes de tecnologia que na prática não pagam quase nada de imposto enquanto faturam bilhões anualmente.

Os franceses já rechaçaram as ameaças de guerra fiscal e retaliação por parte da Casa Branca. As cobranças devem começar em breve e o país promete mantê-las até que um acordo seja decidido no âmbito da OCDE.