Furto de fios e cabos elétricos afeta iluminação pública em SP e preocupa Prefeitura

  • Por Jovem Pan
  • 20/08/2018 06h32
Reprodução/FlickrSegundo os cálculos do próprio Ilume, o prejuízo com o roubo de fios só esse ano é superior a R$ 5 milhões

De janeiro até agora, a cidade de São Paulo perdeu um quilômetro de fios e cabos elétricos por dia com o roubo e o furto desses materiais. Essa afirmação veio da Ilume, a secretaria municipal responsável pela iluminação pública da capital, que disse que do primeiro dia do ano até a última quinta-feira (16) teve pouco mais de 210 quilômetros de cabos furtados.

Essa fiação toda é usada para alimentar e interligar, principalmente, os postes públicos. Mas, praticamente todos os dias uma ocorrência de roubo é registrada.

Só que esse número corresponde apenas aos cabos que pertencem à própria Ilume, como explicou o diretor do departamento, Paulo Strazzi. Só que até agora ninguém descobriu nada.

O número de roubos registrado esse ano mostra um aumento desse tipo de caso em relação aos anos anteriores.

A Ilume disse que há pontos na cidade em que a reincidência é grande. Só que absolutamente nenhum furto foi filmado por câmeras.

Em meio às investigações sobre a Parceria Público Privada – proposta pelo ex-prefeito Fernando Haddad e concretizada pelo também ex-prefeito João Doria, as investigações sobre o pagamento de propina à ex-diretora da Ilume, Denise Abreu e ao grande número de reclamações feitas pelos paulistanos à secretaria da iluminação, uma pergunta é quase inevitável.

Essa divulgação da informação de que os roubos têm aumentado e, por isso, o serviço tem sido tão prejudicado é para tirar luz do escândalo de corrupção ou dissimular uma prestação de serviço ineficiente? O atual diretor, Paulo Strazzi, negou.

Segundo os cálculos do próprio Ilume, o prejuízo com o roubo de fios só esse ano é superior a R$ 5 milhões.

*Informações do repórter Caio Rocha