Homem, casado, branco e com ensino superior; confira perfil médio dos governadores eleitos

  • Por Jovem Pan
  • 30/10/2018 07h20
Reprodução/FacebookEm média, a idade dos chefes dos Estados brasileiros é de 52 anos, sendo o mais novo Eduardo Leite (PSDB), eleito pelo Rio Grande do Sul

Homem, casado, branco e com ensino superior: esse é o perfil médio dos governadores eleitos este ano. Assim como em 2014, dos 26 Estados mais o Distrito Federal, apenas um será governador por uma mulher.

No Rio Grande do Norte, a petista Fátima Bezerra estará à frente do Estado. Percentualmente, 96,3% dos governadores são homens.

Em média, a idade dos chefes dos Estados brasileiros é de 52 anos, sendo o mais novo Eduardo Leite (PSDB), eleito pelo Rio Grande do Sul. Na outra ponta está Ronaldo Caiado, que aos 69 anos foi eleito governador de Goiás pelo DEM.

Em relação a patrimônio, segundo o TSE, mais da metade dos governadores é milionária: 16 dos 27 informaram ter um patrimônio superior a R$ 1 milhão.

O mais abastado é Ibaneis Rocha, eleito pelo MDB no Distrito Federal, com patrimônio declarado de quase R$ 190 milhões. Do outro lado está Waldez Góes, eleito pelo PDT do Amapá, que informou não ter nenhum bem.

Em relação à escolaridade, cresceu o número de governadores com ensino superior completo. Segundo os dados da Justiça Eleitoral, 25 dos 27 governadores eleitos declaram ter concluído a faculdade.

Outro dado predominante é que os governadores eleitos são casados. Vinte e três dos 27 disseram ter esse estado civil, enquanto dois são solteiros e outros dois divorciados.

Por fim, em termos de ocupação, o que mais aparece na ficha dos políticos é a função “governador”, informada por oito deles. Um informa ser “senador”. Cinco são empresários, três declararam a ocupação “outros”, dois são advogados, e ainda há um administrador, agrônomo, bombeiro militar, economista, engenheiro, jornalista, médico, e militar reformado.

*Informações do repórter Fernando Martins