Justiça Federal concede liberdade a Henrique Eduardo Alves

  • Por Jovem Pan
  • 13/07/2018 09h18
Zeca RibeiroHenrique Eduardo Alves ficou preso na Academia de Polícia do Estado entre junho do ano passado e maio deste ano

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte concedeu na noite desta quinta-feira (12) liberdade ao ex-ministro Henrique Eduardo Alves. A decisão é do juiz Francisco Eduardo Guimarães Farias, da 14ª Vara Federal de Natal.

O juiz estendeu ao ex-ministro os efeitos da decisão de Marco Aurélio Mello, ministro do STF, que revogou a prisão de Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara. O emedebista, entretanto, permanece preso, pois tem ordens de prisão vigentes em outros casos pelos quais é acusado.

Já na manhã desta sexta (13), o ex-ministro foi solto, segundo Marcelo Leal, advogado de Henrique Eduardo Alves.

A Justiça já havia concedido liberdade ao ex-ministro no processo da Operação Sépsis, um desdobramento da Lava Jato. Entretanto, Alves ainda estava em prisão domiciliar em razão da decisão da Justiça do Rio Grande do Norte, relacionada a Operação Manus. A operação investiga o desvio de recursos na construção da Arena das Dunas, em Natal.

O ex-ministro prestou depoimento no processo de Manaus na última segunda-feira (09) e negou todas as acusações contra ele e disse que o MP agiu por desinformação.

Henrique Eduardo Alves ficou preso na Academia de Polícia do Estado entre junho do ano passado e maio deste ano, no âmbito da Operação Sépsis. Esta operação investiga um suposto esquema de propinas envolvendo financiamentos do FI-FGTS, administrado pela Caixa.

Em 03 de maio foi concedida a liberdade em decisão da Justiça do Distrito Federal.