Líder da máfia italiana e dois brasileiros fogem por buraco no teto de prisão no Uruguai 

  • Por Jovem Pan
  • 25/06/2019 11h48
FlickrO 'rei da cocaína em Milão' tinha sido preso em 2017 em um hotel na capital uruguaia depois de passar 23 anos foragido

O chefe de uma Máfia Italiana escapou da prisão em Montevidéu, no Uruguai, onde esperava para ser extraditado. Rocco Morabito fugiu com outros três detentos, dos quais dois são procurados pela justiça brasileira.

Os detalhes da fuga ainda não foram revelados, mas informações preliminares dizem que o grupo estava internado na enfermaria da prisão e conseguiu sair do local por um buraco no teto. Logo depois, os quatro assaltaram uma casa na região.

Pelo Twitter, o ministro do Interior Italiano disse que é desconcertante e sério que um criminoso como Morabito tenha escapado da prisão. Matteo Salvini pediu explicações imediatas do governo de Montevidéu e completou que vai continuar caçando o mafioso até colocá-lo de volta na cadeia.

Conhecido como “rei da cocaína em Milão”, Morabito tinha sido preso em 2017 em um hotel na capital uruguaia depois de passar 23 anos foragido. Na ocasião, o narcotraficante foi encontrado com uma falsa certidão de nascimento do Brasil, que ele alegou ser da filha.

De acordo com as autoridades, o mafioso foi responsável por transportar centenas de quilos de cocaína do Brasil para a Itália.

O criminoso de 52 anos seria extraditado com base em condenações anteriores por crime organizado e tráfico de drogas. Na Itália, Rocco Morabito tem uma pena de 30 anos a ser cumprida.

Não há informações adicionais sobre os três detentos que escaparam junto com o mafioso italiano.

*Com informações da repórter Nanny Cox