Mara Gabrilli critica PT no caso Celso Daniel e diz esperar que delação de Valério dê ‘nome aos bois’

  • Por Jovem Pan
  • 11/10/2018 09h47
Johnny Drum/Jovem Pan" Assim que o PT faz justiça… tirando dos outros. Espero que a delação venha muito rápido, dar nome aos bois e parar com essa história de fazer o herói, que é um bandido", diz Mara Gabrilli

A deputada federal eleita senadora por São Paulo nesta eleição, Mara Gabrilli (PSDB), voltou a criticar o PT no esquema de corrupção em Santo André, no ABC Paulista, o qual sua família foi vítima. Vale lembrar que o esquema montado pelo Partido dos Trabalhadores na cidade culminou no assassinato do ex-prefeito petista Celso Daniel, em 2002.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, Mara Gabrilli contou que seu pai, um empresário concessionário de empresa de ônibus e que prestava serviço à Prefeitura de Santo André, era “extorquido todo mês com uma arma na cabeça”.

“Até o secretário municipal chegava armado, secretário de Celso Daniel. E não adianta falar que Celso Daniel não sabia, ele sabia. Como era dinheiro para a campanha do Lula, ele achava que não tinha problema extorquir”, disse.

Mara Gabrilli disse ainda esperar a delação de Marcos Valério, recentemente homologada pelo STF, pois ela dará “nome aos bois” e mostrará o que fez o PT. “Lá tem questões gravíssimas relacionadas ao caso Celso Daniel e inclusive ao mandante do crime. Isso tudo, além de ter devastado a minha família, tirado a saúde e a vida do meu pai, devastou a cidade de Santo André e maculou o Brasil”, afirmou.

“O Brasil não pode seguir com essa macula horrorosa que o PT causou no Brasil. Meu pai era empresário bem-sucedido e Lula acreditava que tinha que tirar dinheiro dele, que não era justo um empresário sério ter tanto dinheiro e ele não. Assim que o PT faz justiça… tirando dos outros. Espero que a delação venha muito rápido, dar nome aos bois e parar com essa história de fazer o herói, que é um bandido, convencer a população de que é herói, porque não é”, completou a senadora eleita.

A tucana ainda disse que Lula, quem ela citava anteriormente, era uma das piores pessoas que já “conviveu” indiretamente e destacou nunca ter tido o “desprivilégio” de conviver pessoalmente com o petista.

Confira a entrevista completa com a senadora eleita, Mara Gabrilli: