Médicos da Santa Casa de SP não aceitam propostas de demissões

  • Por Jovem Pan
  • 22/02/2019 06h51
Marcos Santos/USP ImagensFicou decidido que na próxima terça-feira (26) será elaborada uma contraproposta sobre as demissões para ser apresentada à entidade

Os médicos da Santa Casa de São Paulo recusaram nesta quinta-feira (21), por unanimidade, a proposta feita pela instituição para demitir 152 profissionais da categoria. Em assembleia, o Sindicato dos Médicos também não aceitou a terceirização da mão de obra que atende ao SUS.

Ficou decidido que na próxima terça-feira (26) será elaborada uma contraproposta sobre as demissões para ser apresentada à entidade.

Segundo o presidente do Simesp, Eder Gatti, na reunião ficou claro o sentimento de revolta entre os médicos da Santa Casa porque a conta da crise na instituição está sendo passada para eles.

Em nota, a Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo declarou que “o assunto continua em negociação com o Sindicato dos Médicos”.

O hospital ainda informou “que não haverá prejuízo no atendimento assistencial e no ensino e formação dos residentes” e que a instituição está fortemente empenhada na recuperação de sua capacidade operacional.

*Informações do repórter Afonso Marangoni