Meninos tailandeses homenageiam mergulhador morto durante resgate

  • Por Jovem Pan
  • 16/07/2018 07h10
EFEOs adolescentes, com idades de 11 a 16 anos, só ficaram sabendo dessa notícia no sábado (14)

Os 12 adolescentes e o técnico deles resgatados depois de ficarem presos por 18 dias em uma caverna na Tailândia, lamentaram a morte de um mergulhador tailandês durante as operações de resgate.

Os “Javalis Selvagens”, como são carinhosamente chamados foram informados que no dia 6 de julho Saman Kunan navegador aposentado da Marinha tailandesa e que trabalhava como voluntário no resgate, morreu quando tentava estabelecer uma linha de oxigênio na caverna em que os meninos estavam presos.

Os adolescentes, com idades de 11 a 16 anos, só ficaram sabendo dessa notícia no sábado (14).

Saman Kunan era triatleta, mergulhador e deixou a Marinha em 2006 para trabalhar num aeroporto em Bangcoc. Quando soube dos meninos presos, deixou de ser voluntário para participar do resgate.

*Informações do repórter Victor Moraes