Ministério suspeita de ataque cibernético em site do Mais Médicos e entidade pede prorrogação de edital

  • Por Jovem Pan
  • 22/11/2018 07h11
Karina Zambrana/Fotos PúblicasDe acordo com o Governo, o site teve mais de um milhão de acessos simultâneos, o que caracteriza ataque cibernético

Site do programa Mais Médicos apresenta instabilidade e fica fora do ar no primeiro dia de inscrição do novo edital de contratação de profissionais. Mesmo com o problema técnico, o Ministério da Saúde informou que recebeu mais de três mil inscrições nas primeiras três horas da abertura do sistema.

De acordo com o Governo, o site teve mais de um milhão de acessos simultâneos, o que caracteriza ataque cibernético. O volume é mais que o dobro do número de médicos em atuação no país.

O novo edital do Programa Mais Médicos para preencher vagas abertas com a saída dos cubanos, começou as 8h desta quarta-feira (21)e vai até 23h59 do domingo, dia 25.

Por causa da instabilidade no site, o vice-presidente da Associação Médica Brasileira, Diogo Leite Sampaio, afirmou que a entidade pediu ao Ministério da Saúde a prorrogação do prazo de inscrições.

O novo edital do Programa Mais Médicos foi lançado sete dias após Cuba anunciar o fim da participação no convênio. Ao todo, são ofertadas 8.517 mil vagas para atuação em quase três mil municípios e 34 distritos indígenas.

O salário é de R$ 11,8 mil e podem se candidatar os médicos brasileiros com CRM do Brasil ou com diploma revalidado no país. Caso as vagas não sejam preenchidas ou haja desistências, o Ministério da Saúde informou que pretende abrir um segundo edital no dia 27 deste mês para brasileiros e estrangeiros formados no exterior.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro