Ministro do Meio Ambiente indica que Governo não descarta construção de hidrelétricas na Amazônia

  • Por Jovem Pan
  • 26/03/2019 07h08
Marcelo Camargo/Agência BrasilRicardo Salles pontuou que a área deve ter um tratamento diferente das outras regiões do país

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, indicou que o Governo Federal não descarta a construção de novas hidrelétricas na região da Amazônia. Nesta segunda-feira (25), ele participou do “Abrig Debate”, realizado pela Associação Brasileira de Relações Institucionais e Governamentais, em parceria com a Sociedade Rural Brasileira.

O ministro afirmou que o licenciamento ambiental não deve ser usado como um instrumento para dizer “não”, mas para indicar em que condições será o “sim”. Ele citou como exemplo um linhão de transmissão projetado para conectar o estado de Roraima ao sistema elétrico interligado do país, que foi barrado.

Quanto à situação da Amazônia, Ricardo Salles pontuou que a área deve ter um tratamento diferente das outras regiões do país: “a Amazônia é um lugar plano com biodiversidade enorme, cada lugar que você alaga tem consequências seríssimas. Portanto, é realidade bem diferente. Dito isso, quem vai determinar se é ou não possível no processo de licenciamento ambiental não sou eu, é o Ibama”.

Ricardo Salles reafirmou que o país não deixará o Acordo de Paris, mas analisará todos pontos que interferem nos interesses nacionais.

*Informações do repórter Matheus Meirelles