Paulistano tem poucas opções para abastecer no feriado de Corpus Christi

  • Por Jovem Pan
  • 01/06/2018 08h09
Marcelo Camargo/Agência BrasilSincopetro confirma que um em cada quatro postos têm combustível em São Paulo

A situação dos postos de combustíveis em São Paulo ainda está longe de ser normalizada. Prova disso, foi a dificuldade encontrada pelos paulistanos que tentaram abastecer o carro neste feriado de Corpus Christi. Apesar das poucas filas, muitos estabelecimentos estavam fechados e os que funcionavam, na maioria das vezes, só tinham gasolina aditivada.

O motorista Alexandre Baro conta que se achar combustível já estava difícil, se programar para o fim de semana era quase uma missão impossível. “Eu perguntei quando ia chegar, mas me disseram que fizeram o pedido e não sabem quando vem”, disse.

Há 20 anos, o Fernando Gomes é dono de um posto de combustível na Rua Bela Cintra, região central de São Paulo. Na quinta-feira o estabelecimento dele funcionou só com gasolina aditivada. “Nunca vi uma situação dessas. Não sei o que a Petrobras fez para chegarmos nessa situação”, criticou.

Também insatisfeito, ele reclama da Petrobras. Quem não teve do que se queixar foram os ciclistas, que aproveitaram o espaço para calibrar os pneus da bicicleta. O frentista Alexson Souza lembra que o posto onde trabalha ficou cinco dias sem ser abastecido.

Segundo ele, a tendência é que o cenário melhore ainda nesta semana.”Ficou exatamente cinco dias. Chegou ontem e hoje mais um pouco”, afirmou.

De acordo com o Sincopetro, um em cada quatro postos têm combustível em São Paulo. Na região metropolitana da cidade, 17%  dos estabelecimentos já podem oferecer o serviço ao consumidor.

*Com informações do repórter Vinícius Custodio