No Havaí, surfista brasileiro Gabriel Medina conquista bicampeonato mundial

  • Por Jovem Pan
  • 18/12/2018 07h12
Ed Sloane/WSLNo ano, ele conquistou as etapas do Taiti e do Surf Ranch, nos Estados Unidos, e chegou em outras duas semifinais, na França e em Portugal

Gabriel Medina é bicampeão mundial de Surfe. O brasileiro conquistou o segundo título nesta segunda-feira (17) em Pipeline, no Havaí.

Ele dependia de si mesmo para conquistar o troféu. O título veio na semifinal, em disputa com o sul africano Jordy Smith. Com nota 16,27 após duas ótimas ondas, o brasileiro superou o adversário que ficou com nota 15,83.

No ano, ele conquistou as etapas do Taiti e do Surf Ranch, nos Estados Unidos, e chegou em outras duas semifinais, na França e em Portugal.

Depois de se tornar o primeiro brasileiro a alcançar a taça em 2014, ele agora também se coloca como o único surfista do país a ser bicampeão do Circuito Mundial de Surfe.

Outro brasileiro que sai consagrado do Havaí é o guarujaense Jessé Mendes, 25. Com a derrota de Jordy Smith, Mendes é o campeão da tradicional Tríplice Coroa Havaiana – trinca de campeonatos que ocorrem na temporada de ondas no Havaí durante o mês de dezembro. Em entrevista à WSL, Mendes declarou ser difícil de acreditar que conquistou o prestigiado título, disputando contra os melhores atletas do mundo.

No total, os surfistas brasileiros ganharam nove das 11 etapas deste ano, impondo a hegemonia verde-amarelo na categoria profissional masculino. Além das três vitórias de Medina, o potiguar Ítalo Ferreira, 24, venceu três etapas (Austrália, Portugal e Keramas, na Indonésia); o paulista de São Sebastião, Filipe Toledo, 23, ganhou duas (Brasil e África do Sul), e o catarinense Willian Cardoso, 32, a de Uluwatu, também na Indonésia. As únicas duas etapas não vencidas por brasileiros este ano foram conquistas por Julian Wilson, que, assim, termina o ano na segunda posição no ranking que tem Filipe Toledo na terceira posição e Ítalo Ferreira no quarto lugar.

*Informações do repórter Matheus Meirelles