Operação apreende drogas dentro de DP na zona oeste de SP; cinco são presos

  • Por Jovem Pan
  • 16/02/2019 08h36
Reprodução/Google MapsQuatro policiais civis e um ex-policial, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos

Uma operação realizada por equipes do Ministério Público de São Paulo apreendeu drogas dentro de um distrito policial na zona oeste da capital paulista. Quatro policiais civis e um ex-policial, que não tiveram os nomes divulgados, foram presos.

Participaram da ação, o Gecep (Grupo Especial de Controle Externo da Atividade Policial), a Corregedoria da Polícia Civil e a GCM (Guarda Civil Municipal), que emprestou cães farejadores.

Além do tráfico de drogas, os policiais são suspeitos de crimes de concussão, prevaricação, lavagem de dinheiro e improbidade administrativa. As prisões são temporárias e duram entre cinco e 30 dias.

A investigação da Promotoria teve início em 2018 envolvendo agentes do 33º Distrito Policial de Pirituba, e do 46º DP de Perus, ambos na zona oeste, após uma denúncia recebida por um grupo que investiga o crime organizado.

A mais grave suspeita que pesa contra os policiais é que, com ajuda de um informante, eles descobriam pontos de venda de drogas, realizavam operações nessas áreas, mas somente com o objetivo de extorquir os traficantes.

O bando cobrava propina para liberá-los, e ainda ficava com as drogas para vendê-las, ou, utilizá-las para a colocação em locais, como cenas de crimes a fim de incriminar suspeitos.

Os servidores dos distritos não se conheciam, porém tinham em comum o mesmo informante, que continua foragido.

Foram apreendidos, cerca de 300 gramas de cocaína, 574 comprimidos de ecstasy, várias caixas contendo anabolizantes, e mais de R$ 30 mil em dinheiro e 3.000 euros.

A droga estava em uma sala do 33º Distrito Policial, onde um dos suspeitos é chefe do setor de investigação. Os acusados alegaram desconhecer o material. Nas casas dos membros da quadrilha de policiais, haviam armas ilegais e simulacros.

*Informações do repórter Daniel Lian