Padrasto é preso acusado de estuprar enteada menor de idade e deficiente visual na Baixada Fluminense

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2019 05h59
Divulgação/Polícia CivilA mãe, cansada dos abusos sexuais, decidiu ir até a delegacia e prestar queixa contra o companheiro

Um homem foi preso acusado de abusar sexualmente de enteada de 13 anos, que é deficiente visual. O caso ocorreu no bairro Jardim Palmares, na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro.

A denúncia foi feita pela mãe da vítima. O padrasto Belmax Cipriano da Silva se aproveitava da deficiência da adolescente e a estuprava.

A mãe, cansada dos abusos sexuais, decidiu ir até a delegacia e prestar queixa contra o companheiro. A Polícia foi à residência da família e o homem entrou em luta corporal com os policiais antes de ser detido.

Ele foi indiciado por estupro de vulnerável.

*Informações do repórter Rodrigo Viga