Polícia investiga se briga entre corintianos e são-paulinos estava agendada

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2019 07h56
ReproduçãoAs autoridades ainda apuram se a briga entre as torcidas rivais havia sido combinada antes pela internet

A pouco mais de 60 quilômetros do estádio do Morumbi, onde ocorreu o primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, torcedores do São Paulo e do Corinthians protagonizaram um confronto que terminou com mais de 14 feridos e, pelo menos, cinco presos.

Em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, a briga começou logo de manhã, muito antes da partida. De acordo com a Polícia Militar, a ocorrência foi atendida por volta das 10h30 na Rua Anunciato, que fica a 500 metros da estação Antonio Gianetti Neto, da linha 11-Coral da CPTM.

Pelo menos três torcedores foram baleados, dois esfaqueados e os demais sofreram outros tipos de ferimentos. Vídeos e imagens que circulam nas redes sociais mostram homens carregando pedaços de pau. Também é possível ver torcedores caídos na rua, ensanguentados.

Carros que estavam na rua foram depredados. A polícia apreendeu camisas de clubes de futebol e alguns socos ingleses.

As autoridades ainda apuram se a briga entre as torcidas rivais havia sido combinada antes pela internet.

A partida entre Corinthians e São Paulo no Morumbi teve torcida única, justamente para evitar violência entre torcedores.

No primeiro jogo da final do campeonato mineiro também houve confusão entre torcedores do Cruzeiro e do Atlético Mineiro.

No bairro Minascaixa, em Belo Horizonte, pelo menos um homem, de aproximadamente 20 anos, foi atingido por balas de borracha pela polícia, que tentava conter o tumulto.

*Informações da repórter Marcella Lourenzetto