Prefeitura faz série de obras na Marginal Pinheiros para liberar novos trechos na próxima semana

  • Por Jovem Pan
  • 22/11/2018 07h01
Bruno Rocha/Estadão ConteúdoDois trechos de aproximadamente cinco quilômetros da pista expressa sentido Castello Branco já foram liberados

A Prefeitura de São Paulo faz uma série de obras na Marginal Pinheiros para tentar liberar novos trechos ao longo da semana que vem. Dois trechos de aproximadamente cinco quilômetros da pista expressa sentido Castello Branco já foram liberados.

Um deles vai da ponte João Dias até o acesso da expressa à local na ponte Estaiada. O outro vai da saída da própria ponte Estaiada para a pista expressa da marginal até a transposição de volta para a pista local após a ponte Eusébio Matoso.

O secretário municipal de transportes, João Octaviano Machado Neto, explicou que as principais intervenções planejadas estão perto da ponte Itapaiúna e da ponte Cidade Universitária.

O índice de lentidão na cidade chegou aos 153 quilômetros de filas durante o horário de pico da manhã; cerca de 20% acima do normal.

O presidente da CET, Milton Persoli, afirmou que a Marginal Tietê foi a via mais impactada pelos problemas observados na Marginal Pinheiros.

A administração municipal trouxe do Guarujá para São Paulo um dos engenheiros responsáveis pela obra do elevado para tentar obter mais detalhes sobre a construção, cujas plantas desapareceram.

Apesar disso, o prefeito Bruno Covas ainda não é capaz de dizer qual será o método de reconstrução do viaduto e nem o prazo para execução da reforma.

A circulação de trens da linha 9-Esmeralda da CPTM segue com velocidade reduzida entre as estações Villa Lobos-Jaguaré e Cidade Universitária em razão das intervenções no elevado.

O rodízio de veículos vai continuar suspenso na pista sentido Castello Branco da Marginal Pinheiros no trecho entre a avenida dos Bandeirantes e a ponte dos Remédios enquanto durarem as obras.

*Informações do repórter Tiago Muniz