Novo presidente do BNDES promete abrir ‘caixa preta’ e refazer imagem do banco

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2019 12h12
Valter Campanato/Agência BrasilMontezano disse que quer banco menos preocupado com o lucro

O novo presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Gustavo Montezano, disse, nesta sexta-feira (19), que sua “meta zero” para a gestão do banco será a abertura da caixa preta, uma das principais demandas do presidente Jair Bolsonaro (PSL) desde a campanha eleitoral.

Bolsonaro pede por mais detalhes e explicações sobre empréstimos e financiamentos feitos pelo banco de fomento na gestão do Partido dos Trabalhadores (PT). Também na sexta, o jornal O Globo, por exemplo, revelou trechos da delação premiada de Antonio Palocci, ex-ministro dos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff. Durante a fala, ele afirma que o BNDES teria sido forçado a participar de algumas operações em benefício de outras instituições financeiras em troca de financiamento de suas campanhas eleitorais.

Montezano afirmou que existem muitas dúvidas em torno dos financiamentos feitos pelo BNDES no ano passado, o que chamou de “nuvem cinza pairando” sobre o banco. Para ele, essa “nuvem” afeta a imagem e a credibilidade da instituição.

“Vamos reconquistar imagem, reposicionar o banco, para nos próximos três anos podermos entregá-lo, sempre lembrando que nossos clientes finais são esses aqui [aponta para foto de crianças]. Então até o final do ano queremos dizer para eles que somos menos banco e mais desenvolvimento”, declarou. Ele afirmou, ainda, que quer a transformação do BNDES em um banco de prestação de serviços em benefício da sociedade, menos preocupado com lucro e com o tamanho dos desembolsos.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga