Preso no Rio de Janeiro o ex-marido acusado de matar corretora de imóveis

  • Por Jovem Pan
  • 03/11/2018 10h10
ReproduçãoPedro Paulo Barros é acusado de ser o mentor da morte da ex-mulher. Na Justiça, os dois disputavam os bens, e ele também estaria inconformado com o fim do relacionamento e o fato de Karina ter se envolvido com outro homem

A Polícia Federal prendeu nesta sexta-feira o ex-marido da advogada e corretora Karina Garofalo, assassinada em agosto, aos 44 anos, na presença do filho de 11 anos.

Pedro Paulo Barros é acusado de ser o mentor da morte da ex-mulher. Na Justiça, os dois disputavam os bens, e ele também estaria inconformado com o fim do relacionamento e o fato de Karina ter se envolvido com outro homem.

O executor do crime já estava preso, o primo de Pedro Paulo Barros Os advogados dele argumentam que o primo matou Karina por iniciativa própria. Ele, segundo os advogados, tem distúrbios mentais. Um terceiro envolvido no crime também já tinha sido preso.