Preso vereador chefe de milícia na Baixada Fluminense 

  • Por Jovem Pan
  • 19/07/2019 10h07
Reprodução/FacebookO PM reformado chegou a ter uma página em uma rede social a qual vendia serviços de assassinato, homicídio e diversos crimes

Vereador na ativa, policial militar reformado e ex-chefe de Defesa Civil municipal. Esse é o perfil do chefe de uma milícia carioca que foi preso nesta quinta-feira (19) em uma operação da Polícia contra o grupo que se denominava Caçadores de Ganso.

O grupo era chefiado por Davi Brasil Caetano. O PM reformado chegou a ter uma página em uma rede social a qual vendia serviços de assassinato, homicídio e diversos crimes. A página foi retirada do ar, mas serviu como ponto de partida para a Operação.

Essa milícia é considerada sanguinária e é responsável por muito crimes e assassinatos que aconteceram no município de Queimados, na Baixada Fluminense. Desde o início da atuação do grupo, em 2014, os casos de homicídios não param de crescer na região.

Os milicianos atuavam dentro de conjuntos do programa Minha Casa, Minha Vida. Se os moradores dos conjuntos habitacionais quisessem se reunir para fazer uma festa, eram obrigados a comprar o “kit churrasco” com o grupo. Caso contrário, poderiam sofrer retaliações.

*Com informações do repórter Rodrigo Viga