Prestes a completar um ano de mandato, Trump deu mais de 1,9 mil declarações falsas

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2018 07h22
EFEDe acordo com um estudo do projeto Fact Checker, o mandatário atingiu uma média de 5,6 mentiras por dia desde 20 de janeiro de 2017

A poucos dias de completar um ano de mandato, presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse 1950 declarações falsas ou enganosas.

De acordo com um estudo do projeto Fact Checker, o mandatário atingiu uma média de 5,6 mentiras por dia desde 20 de janeiro de 2017.

Pelo menos 60 assuntos foram repetidos por Trump três ou mais vezes.

O presidente norte-americano costuma aumentar as chamadas “inverdades” sobre o Obamacare, o sistema tributário dos Estados Unidos e o envolvimento da Rússia nas eleições.

Em uma entrevista de 30 minutos ao jornal The New York Times, Trump fez 24 declarações falsas ou enganosas.

Na ocasião, o presidente Donald Trump disse que houve “tremenda conspiração dos russos e dos democratas” e voltou a afirmar que a própria campanha não recebeu nenhuma ajuda russa.

O colunista que checa fatos do The Washington Post, Glenn Kessler, descreveu a afirmação do presidente como “incrivelmente falsa”.

De acordo com Kessler, há poucas evidências de contato entre os democratas e os Russos.

Enquanto o FBI, a CIA e a Agência Nacional de Segurança concluíram que o presidente Vladimir Putin desejava ajudar o presidente Trump a vencer as eleições.

A imprensa especializada ainda acredita que o número de declarações falsas pode atingir as duas mil até o dia 20 de janeiro, data que Trump completa um ano na Casa Branca.

*Informações da repórter Nanny Cox