Quinze membros de quadrilhas são presos por roubo, furto e desmanche de veículos no ABC

  • Por Jovem Pan
  • 01/02/2019 05h42
Reprodução/DeicForam duas ações desencadeadas nesta quinta-feira (31) por equipes das delegacias de Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos e sobre Desmanches Ilegais

Policiais do DEIC prendem 15 integrantes de quadrilhas envolvidas com roubo, receptação e desmanche de veículos em escala industrial em municípios do ABC Paulista.

Foram duas ações desencadeadas nesta quinta-feira (31) por equipes das delegacias de Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos e sobre Desmanches Ilegais, e tiveram como alvo dois galpões nos municípios de São Caetano do Sul e São Bernardo do Campo.

Segundo o delegado Alberto Pereira Matheus Júnior, titular da Divecar, divisão à qual pertencem as duas delegacias, os esquemas desenvolvidos pelos bandidos são muito organizados, quase indústrias do crime. 
Eles utilizam instalações em regiões repletas de outras empresas, o que permite a movimentação e barulho dia e noite, sem despertar a atenção.

No primeiro imóvel, um galpão industrial, localizado na Avenida Guido Aliberti, em São Caetano, os agentes da Primeira Divecar estouraram um desmanche ilegal, onde seis veículos, todos com denúncias de roubo, já haviam sido desmanchados.

Entre os carros, foi encontrado um Jaguar, modelo E-Pace, blindado, avaliado em mais de R$ 250 mil.
 Também foi apreendida uma Kombi, utilizada na distribuição do material, e dois homens acabaram presos.

Já as apurações da Terceira Divecar permitiram a descoberta de um esquema de utilização de peças de caminhões roubados ou furtados para a reforma de outros veículos sinistrados.
 A oficina foi instalada em uma indústria desativada, na rua Patagônia, no bairro do Taboão, em São Bernardo do Campo.

No imóvel, a equipe encontrou uma cabine que pertencia a um caminhão Scania P310, roubado havia dez dias na área do Quarto Distrito Policial de Suzano, também na região metropolitana de São Paulo.

No local, foram encontrados pelo menos 20 caminhões sendo reformados.
 Os veículos serão periciados para a constatação de irregularidades.

No momento da abordagem, 13 pessoas que trabalhavam na oficina foram detidas e conduzidas à sede do Deic. 
Todos responderão por receptação qualificada e associação criminosa.

*Informações do repórter Paulo Édson Fiore