Em parceria com Sebrae, governo de SP quer formar 1 milhão de empreendedores

  • Por Jovem Pan
  • 20/07/2019 11h18
Flavio Corvello/Estadão ConteúdoDoria ressaltou que a geração de empregos é uma de suas prioridades

Em tempos de crise, abrir o próprio negócio pode ser a saída para driblar o desemprego. Mais de 13 milhões de pessoas estão sem trabalho no país e, só no estado de São Paulo são 3,2 milhões. Uma iniciativa apresentada pelo governo nesta sexta-feira (19) quer ajudar a mudar esse cenário.

Em parceria com o Sebrae, a gestão João Doria lançou o programa Empreenda Rápido. A meta é qualificar um milhão de pessoas para que possam criar ou gerir novos negócios. O programa espera conceder R$ 1 bilhão nos próximos 4 anos.

O governador enalteceu o empreendedorismo como gerador de emprego e renda. “É um fomento efetivo a atividade econômica no estado, isso gera oportunidade, gera ativação também dos setores de comércio e serviço, também das pequenas indústrias. E isso responde à obrigação de um governo que elegeu empregabilidade como uma das suas prioridades.”

O Secretário de Produtividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, disse que há hoje uma mudança na política para os micros e pequenos empresários e que este é o primeiro programa de muitos que ainda serão anunciados. “Nós no Brasil, no que se refere a micro e pequenas empresas, demos um grande salto nos últimos anos, facilitando a abertura de novas empresas, a criação da figura do microempreendedor individual. São milhões de empreendedores no Brasil inteiro, mas agora nós começamos uma nova jornada, a da produtividade das micro e pequenas empresas.”

Um mutirão para atender os interessados aconteceu durante a apresentação do programa. As novidades do programa Empreenda Rápido já estão disponíveis na internet.

*Com informações da repórter Natacha Mazzaro