Servidores públicos protestam contra reforma da Previdência municipal em São Paulo

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2018 07h27
Nelson Antoine/Estadão ConteúdoO protesto ocorreu em frente à Câmara Municipal, no centro da capital paulista

Os servidores municipais de São Paulo fizeram uma manifestação contra a reforma da Previdência proposta pela prefeitura da cidade. O protesto ocorreu em frente à Câmara Municipal, no centro da capital paulista.

De autoria do ex-prefeito João Doria, o projeto de lei pretende aumentar a alíquota básica de 11% para 14%.

Em março, o debate sobre as mudanças gerou um protesto, que terminou em repressão policial e professores feridos.

O projeto pode ser colocado ainda neste mês para discussão e votação pelos vereadores.

Os servidores públicos já afirmaram que entrarão em greve assim que o PL voltar para a pauta, e marcaram uma nova manifestação no dia 21 de dezembro, data que haverá uma audiência pública sobre o tema na Câmara.

De acordo com o cronograma da Prefeitura, o projeto deve passar por duas votações entre os dias 26 e 31 de dezembro.

Se aprovado, o PL seguirá para sanção do atual prefeito de São Paulo, Bruno Covas.

*Informações da repórter Natacha Mazzaro