TCE e MP-RJ investigam compras de armas feitas sem licitação pelo governo estadual

  • Por Jovem Pan
  • 29/12/2017 09h14
Raphael Alves/ TJAMA compra foi realizada no mês passado. São mil pistolas do tipo .40 da empresa Taurus, no valor de R$ 3 milhões (foto ilustrativa)

Ministério Público do Rio de Janeiro e Tribunal de Contas do Estado decidiram investigar uma compra de armas feita pelo governo estadual sem licitação. A compra foi realizada no mês passado. São mil pistolas do tipo .40 da empresa Taurus, no valor de R$ 3 milhões.

Segundo as investigações, foi uma contratação sem certame, o que é ilegal. Outras compras serão investigadas por serviços contratados sem licitação pelo governo estadual.

As investigações, no entanto, não param por aí, pois o governo do RJ estaria usando esse expediente para diversos segmentos, tanto que a presidente do TCE determinou a abertura de investigações em torno da contratação de 12 empresas sem a devida concorrência. São empresas que trabalham no ramo de distribuição de comida para presídios do Estado.

A Taurus, que forneceu as pistolas, já é alvo de apuração dentro do TCE. A investigação começou em fevereiro após que armas usadas pela Polícia do Estado começaram a apresentar defeitos.

*Informações do repórter Rodrigo Viga