Viagens para a Argentina podem ficar mais baratas para estrangeiros

  • Por Jovem Pan
  • 11/05/2018 10h34
EFE/David FernándezArgentina vive desvalorização da moeda e já recorreu ao FMI

A crise na Argentina está animando os brasileiros que pretendem visitar o país vizinho. Isso porque, com a queda do peso argentino em relação ao dólar e ao real, a tendência é de uma redução nas despesas dos turistas estrangeiros.

O economista André Perfeito diz que o momento é ideal para os brasileiros. ” Isso tem gerado oportunidades de negócios e também para turismo. Com o peso se desvalorizando, muito mais do que o real, isso abre brechas para quem conhecer o País”, declarou Perfeito.

O real também está se desvalorizando em relação ao dólar, mas a perda do peso argentino segue em um ritmo muito mais acelerado. Só nesse ano, a moeda americana subiu 7,7% ante o real, mas sobre o peso argentino, o avanço já é de 28%.

Mas o economista Fernando de Aquino, integrante do Conselho Federal de Economia, lembra que a situação é momentânea e recomenda cautela principalmente com o cartão de crédito. “Mesmo se comprando em pesos argentinos, o valor é convertido em dólar até se pagar a fatura. Nesse período pode haver desvalorização do real em relação ao dólar e a gente pagar mais do que realmente precisa”, explicou de Aquino.

Nesta semana, a Argentina voltou a pedir a ajuda do Fundo Monetário Internacional (FMI), depois de quase 15 anos. O presidente Mauricio Macri já conversou com a diretora do FMI, Christine Lagarde, e a imprensa do país estima que o valor do socorro chegue a 30 bilhões de dólares.

*Com informações do repórter Vitor Brown