Vice-governador de SP evita palpites sobre Presidência da Alesp e diz que relação será ‘republicana’

  • Por Jovem Pan
  • 15/01/2019 08h39
DivulgaçãoGarcia ressaltou que a relação com a Alesp será “republicana” e “tranquila”

Presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo. Em breve, essa discussão ficará ainda mais forte, já que os novos deputados estaduais tomam posse apenas em 15 de março.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia (DEM), não disse qual seria o apoio do governador, mas ressaltou que a relação com a Alesp será “republicana” e “tranquila”.

“As urnas deram recado claro à classe política. A sociedade tem pressa na solução de problemas, a sociedade quer diálogo franco com o mundo político, mostrando posições, aquilo que pensa, e assim que João Doria se comportará como governador”, garantiu Garcia.

Sobre a disputa pela presidência da Alesp, Garcia evitou dar palpites e disse que esta é “decisão que os deputados vão ter que tomar”.

“São 94 deputados. Ela [Alesp] sempre respondeu ao que foi importante ao governo do Estado, nós vamos aguardar posse em 15 de março. Hoje é Cauê Macris, foi grande presidente da Alesp, pautou matérias importantes. Equilibrou oposição e situação”, elogiou.

Confira a entrevista completa com o vice-governador de SP, Rodrigo Garcia: