Amanda Ramalho mostra altos e baixos com saúde mental em podcast: 'Não me achava preparada'

  • Por Jovem Pan
  • 19/09/2018 12h03 - Atualizado em 20/11/2018 02h32
Johnny Drum/Jovem Pan<p>Amanda Ramalho e a Dra. Camila Magalhães falaram sobre saúde mental no Morning Show</p>

Durante todo esse mês, a campanha #SetembroAmarelo chama a atenção para os cuidados com a saúde mental. O tema, que até os dias de hoje é tabu, foi debatido no Morning Show desta quarta-feira com as convidadas Amanda Ramalho e a doutora Camila Magalhães Silveira, pesquisadora do Núcleo de Epidemiologia Psiquiátrica do Instituto de Psiquiatria da USP.

Amanda Ramalho, integrante do programa Pânico da Jovem Pan, fechou parceria com uma produtora para um podcast sobre o assunto, em 12 episódios. O “Esquizofrenóias”, disponível em todas as plataformas de áudio, semana a semana traz convidados para compartilharem experiências.

A apresentadora do Pânico, durante toda a sua vida, teve crises de depressão e não foi fácil tirar o podcast do papel: “a minha ideia ela já existia há algum tempo, sempre quis falar de saúde mental, mas não me achava preparada porque nunca estive tão bem a ponto de ter essa segurança”.

Camila explicou que é comum que se confunda depressão com tristeza, mas que isso é um problema: “depressão não tem como passar sem perceber; quem tem, sabe que está sofrendo por algo não convencional, diferente da tristeza – que todos nós teremos- ela passa, depressão não. É uma situação instalada de tristeza e culpa”.

Confira os temas discutidos no Morning Show:

Depressão x Tristeza

Criação do “Esquizofrenóias”

Suicídio tem a ver com depressão? 

Amanda relembra internação 

Como lidar com os haters?