Atrás de uma "pegada mais pesada", Paula Toller lança álbum voltado para o rock

  • Por Jovem Pan
  • 13/04/2015 11h01
Jovem Pan <p>Paula Toller visita o Morning Show</p>

Divulgando o quarto álbum solo “Transbordada”, Paula Toller conversou sobre o processo de criação do novo trabalho. “Eu quis juntar duas Paulas, a do disco solo, mais intimista, com a do Kid Abelha, que é mais moleque. Estava a fim também de um público mais dançante e mais rockeiro”, contou a artista.

Celebrando o pós-feminismo, a cantora teve a colaboração do produtor Liminha em todas as músicas. As influências de Paula estão lá nos anos 1970, como a musa Rita Lee, referências das quais fica difícil se desligar. “Hoje em dia eu ouço uma música que eu posso amar, mas não faz parte de mim, a gente fica presa naquilo [música de sua época]. A Rita foi uma influência muito forte porque antes as mulheres eram muito passivas, depois você pode fazer as coisas que você queria”, relembrou.

Nos novos shows, Paula mistura várias músicas do disco novo com hits antigos do Kid Abelha, trabalhados em uma “pegada mais pesada”, fazendo alusão ao tom dançante e rockeiro.

A cantora expressou descontentamento com a atual situação política no Brasil e contou que apoiou e inclusive aderiu ao movimento nas ruas. “Todos têm o direito de se manifestar: quem faz parte do ‘Fora Dilma’, que eu também apoio, até quem pede a intervenção militar”, opinou Paula, consagrando o processo democrático.

Em São Paulo, Paula Toller se apresenta no dia 24 de abril. Antes disso, ela passará por várias cidades do Nordeste. Para conferir as datas e todos os detalhes, acesse o site oficial www.paulatoller.com.