‘Não sou garota propaganda porque não ganho nada com isso’, diz Bettina, a jovem milionária da web

  • Por Jovem Pan
  • 19/03/2019 12h27
Johnny Drum/Jovem PanBettina Rudolph esteve no Morning Show desta terça (19)

Sensação do momento na web, Bettina Rudolph foi a convidada do Morning Show desta terça-feira (19).

Mesmo estrelando o comercial da Empiricus, empresa de publicação financeira, a jovem de 22 anos afirma que seu papel lá dentro é outro. “Não sou garota propaganda porque não ganho nada pra isso. É que meu propósito é bem alinhado com a empresa”, explicou.

Bettina é redatora publicitária na Empiricus e garante que é de sua autoria o texto que viralizou na web. Sobre o crescimento de seu patrimônio, ela esclarece que foi apenas habilidade com finanças.

“Eu investi fundamentalmente em ações. Comecei com R$ 1.520 sim, aos 19 anos, com as várias fontes de renda que eu tinha. (…) Ao longo desse tempo, fui aumentando a minha renda e fazendo vários aportes, mas não foi um único aporte”, explicou Bettina, que já trabalhou como modelo, além de dar aulas de sapateado e balé.

Ela nega que tenha investido grandes valores. “Nunca cheguei a fazer um aporte grande, de R$ 200 mil, por exemplo. Mas R$ 1.520 é um dos aportes mais modestos. A intenção não era falar que eu não tinha dinheiro nenhum, só que foi o primeiro que fiz. Depois vieram outros aportes menores e maiores”, explicou.

Sobre a atenção que ganhou na mídia nos últimos dias, Bettina diz não se incomodar. “Acho que tem a questão [de eu vir de] família estruturada, mas se tem um mérito meu essa história é que sou ‘fazedora’. O mundo é dos ‘fazedores’ e tem ‘fazedores’ em todas as classes sociais, assim como tem acomodados também”, disse.

A publicitária também rebateu as críticas sobre o dinheiro que recebeu do pai. Bettina esclareceu que tanto ela como o irmão ganharam uma poupança confortável, mas isso depois dela já ter começado a se aventurar na bolsa de valores. “Eram R$ 42 mil sem impostos, quando chegou para mim, deu R$ 35 mil. Mas hoje continuo investindo o meu salário”.

A jovem acredita que sua missão é dar educação financeira aos brasileiros. “Fui muito criticada por meu pai ter me dado uma poupança, mas o que queria passar é que a maioria dos brasileiros ia pegar esse dinheiro e fazer um financiamento de carro. Eu acho que essa é a minha missão, mostrar que você tem que parar de comprar passivo e comprar ativo. Hoje eu ando de Uber, moro em apartamento alugado, porque se você para pra fazer as contas, é mais vantajoso”, explicou.