Cansaço, baixo autoconhecimento: especialistas indicam o que impede orgasmos em mulheres

  • Por Jovem Pan
  • 23/10/2017 11h21
Reprodução/ Unsplash

A sexualidade feminina é um assunto cada vez mais discutido pelo mundo e se tornou o centro das atenções da Sociedade Brasileira de Sexualidade Humana. No Jovem Pan Morning Show desta segunda-feira (23), Paula Napolitano revelou que a questão foi amplamente explorada em congresso da Associação, que apontou os principais empecilhos para o orgasmo feminino.

“Fadiga, cansaço e estresse” são alguns dos vilões que impedem as mulheres de atingirem o orgasmo, mas há empecilhos maiores. “O baixo autoconhecimento corporal está diretamente relacionado à ausência de orgasmo”, apontou Paula.

“A mulher não se conhecer, não se masturbar, não saber como gosta de ter prazer está diretamente relacionado a ela não ter prazer. A mulher precisa se conhecer e não esperar do outro para saber sobre o seu prazer”, explicou.

O congresso ainda trouxe dados que indicam que o orgasmo em mulheres não está inteiramente relacionado à penetração. “O orgasmo está diretamente relacionado à masturbação e sexo oral. Ou penetração e masturbação ao mesmo tempo”, falou a terapeuta sexual.

Outro ponto discutido por especialistas foi a necessidade de mulheres conversarem com seus parceiros na hora do sexo.

“A chance da mulher atingir o orgasmo é depois de 15 minutos. No homem o tempo é menor. Ela não tem coragem de dizer nada, mas tem que falar como gosta e que ainda não chegou para continuar a relação”, afirmou Paula.