‘Carreira internacional não é só lançar música em inglês ou espanhol’, diz IZA

  • Por Jovem Pan
  • 17/05/2019 12h14
Jovem PanApesar de grande projeção, cantora ainda não trabalha em se lançar internacionalmente

A cantora IZA continua trabalhando na turnê de seu primeiro álbum, “Dona de Mim”, lançado em 2018, e apesar de acumular boas marcas na carreira ainda não pensa em se lançar internacionalmente.

“Ao longo desse ano algumas parcerias internacionais estão vindo, mas não com o intuito de fazer uma carreira internacional e sim de aproveitar oportunidades para cantar com artistas que sempre admirei. Para ter uma carreira internacional não é preciso só lançar uma música em inglês ou espanhol, tem que ter uma equipe incrível em outro país para te ajudar”, revelou em entrevista ao Morning Show desta sexta (17).

“Eu não acho que seja o momento porque acabei de chegar, mas quem sabe, tô trabalhando pra isso. Para você dizer que tem uma carreira internacional consolidada é preciso ter fãs lá fora. Eu já fiz shows lá fora, mas para brasileiros, e isso não é necessariamente uma carreira no exterior”, completou.

Aos 28 anos, IZA sente-se mais segura quanto às suas músicas e, em parte, isso se deve a sua posição de gerenciar a própria carreira.

“Quando eu assinei com uma gravadora pela primeira vez eu não sabia como as coisas funcionavam. Quanto mais você aprende, mais fácil fica para você delegar, criar sua equipe, tomar as rédeas da sua carreira. Acho que hoje todos os artistas deveriam ser assim, pois somos nós que estamos lá na frente”, disse.

A cantora acredita que suas experiências antes da fama são fundamentais para o seu atual momento.

“Eu comecei com 25 anos e achei que estava chegando tarde. Mas não é verdade, tudo que eu aprendi com publicidade, mídias sociais e até RH com que trabalhei, tudo que achei que eram escolhas erradas, na verdade me ajudam a gerir minha empresa”.

Apesar de não revelar suas parcerias internacionais, IZA garantiu que as novas músicas chegam no segundo semestre deste ano. Enquanto isso, os fãs de São Paulo poderão assistir a cantora na Virada Cultural ao lado de Sean Kuti, o filho caçula de Fela Kuti, lendário músico nigeriano.

IZA sobe ao palco do festival em dois momentos: na madrugada de domingo (18), às 3h, em participação do show de Sean Kuti & Egypt 80 no Anhangabaú; e na tarde de domingo, às 17h, no Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes.