Monja Coen ressalta importância da respiração para estar em estado de paz

  • Por Jovem Pan
  • 27/03/2018 12h13
Johnny Drum/Jovem Pan

Você certamente já teve um dia ruim no trabalho ou dentro de casa, em que o nervosismo tomou conta e a paz parecia que não voltaria mais, não é mesmo? Saiba então que a respiração é o melhor caminho para recuperar a calma e entrar num estado de positividade novamente.

A Monja Coen é a maior especialista do Brasil sobre o assunto e indicou aos ouvintes e espectadores do Morning Show desta terça-feira (27) o melhor meio para entrar no espírito de graça e observar os caminhos da nossa própria mente.

“A respiração é a melhor forma de encontrarmos nossa própria paz. A respiração altera nossos humores. Qualquer crise de ansiedade você respira mais rápido e mais forte. Precisamos encontrar o nosso contentamento com a própria existência”, explica a monja.

Muitas pessoas acreditam que meditar é limpar a sua mente, deixando-a em branco. Coen Roshi aponta exatamente o contrário, pois é necessário entrar em observação, que vai além do pensar e não pensar.

“É muito mais simples do que pensamos. A mente já está vazia desde o início. Você começa a observar a sua mente, o movimento dela. Você percebe que tudo isso rola sem parar, é diferente de acessar, é observar”, conta. “Nossa mente é incessante e luminosa. Quando você percebe que ela é cheia de estímulos e existem espaços para que nossas palavras façam sentido. Isso é meditar, não é esvaziar. É além do pensar e não pensar”, completa.

Quando foi presa na juventude, a monja garante que essa parte de sua vida foi importante para que ela pudesse compreender os caminhos que deveria tomar em sua tapeçaria, moldando os seus próprios caminhos.

“A cadeia me ajudou muito a refletir, parar e olhar para dentro de mim mesma. Na saída eu encontrei o zen budismo e vi a minha história, percebendo que tudo faz parte de mim. É como a história da tecelã, o que vou tecer na minha vida a partir de agora até minha morte”, concluiu.