‘Partido do presidente eleito é desorganizado’, diz youtuber recomendado por Bolsonaro

  • Por Jovem Pan
  • 27/12/2018 12h21
ReproduçãoKüster é jornalista e tem um canal no youtube, o "Bernardo P Küster"

Um dos principais yotubers de linha conservadora Bernardo Küster, que também é jornalista, está produzindo um documentário que promete críticas ácidas a movimentos progressistas dentro da Igreja Católica.

Küster é famoso. Ele já caiu nas graças até mesmo do presidente eleito Jair Bolsonaro. Porém, segundo ele, essa proximidade não blinda o militar reformado das críticas. “Não fico com mãos atadas. Aguardem. Falaremos de outros assuntos, inclusive da desorganização do partido, do PSL, os caras quebram o pau publicamente”, respondeu ao ser questionado pela bancada do Morning Show.

Além da aparente desordem dentro do PSL, o jornalista falou ainda sobre o imbróglio entre o ex-assessor de Flávio Bolsonaro Fabrício Queiroz e a família presidencial. “A história está cheia de buracos. Caberia, no meu entendimento, estimular a investigação do caso [do Queiroz]. Eu acho que ele [Bolsonaro] está com a mão leve. Tem que cuidar da própria casa. Cobrar para, inclusive, demonstrar apreço pela Justiça”, refletiu.

Veja o momento:

Eles estão no meio de nós

O documentário “Eles estão no meio de nós” será, de acordo com o jornalista, uma reflexão sobre a influência da esquerda marxista em setores da Igreja Católica. Küster é crítico a ala progressista da Igreja Católica. Para ele, é um problema que o cristianismo da América Latina, em especial, promova o discipulado sem refletir sobre seu impacto.

Küster cita o próprio Papa Francisco, tido como um dos mais progressistas da Igreja. “O papa, quando esteve aqui no Brasil, pontuou que na América Latina se prezou pelo discipulado, pelo caminhar junto, mas ressaltou que esse tipo de abordagem traz algumas tentações. Ele citou uma espécie de ‘tentação ideologizante’. Para o Papa, uma dessas tentações é o uso excessivo de categorizações marxistas”, contou.

É sob esta ótica, um olhar reflexivo de um cristão católico que o documentário de Küster se pauta. Ainda sem data para estrear, o filmes está angariando fundos por meio de financiamento coletivo. Até o momento, o projeto reuniu R$ 325 mil dos R$ 450 mil desejados.

Assista ao trailer:

  • Tags: