Sonia Abrão nega ter "furado" Leo Dias: "não tenho culpa se a Gretchen preferiu a gente"

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2018 12h11
Reprodução

A essa altura você provavelmente já está familiarizado com a confusão envolvendo Leo Dias e Sonia Abrão. Mas, se não está, nós contextualizamos. Nessa segunda-feira (2), o apresentador do Fofocalizando do SBT iria conversar por telefone com a cantora Gretchen. A pauta seria a crítica feita por ela a uma reportagem da revista Veja. Acontece que, enquanto ele tentava colocá-la no ar, a artista apareceu em uma ligação ao vivo no programa concorrente, A Tarde É Sua, da RedeTV!. Depois que soube da “furada” que levou, ele desabafou nas redes sociais alegando que estava “chocado” com a “falta de respeito” da colega. Nesta terça (3), Sonia deu sua versão dos fatos ao Morning Show da Jovem Pan.

“É mentira, isso nunca aconteceu. Como íamos saber que a Gretchen estaria no ar em outro programa? Ele não era o único atrás dela, todo mundo estava. Eu não sabia onde ela estava naquele momento. Só estava interessada em levar informação ao meu público. Ela falaria com a gente em qualquer horário e qualquer dia. Eu não estava sabendo que ia aparecer no SBT. Como ia saber? Eu estava no estudio! Não estava sintonizada na televisão (…). Não preciso desse tipo de coisa. Saber de outro programa… isso é imaturo, infantil. Sou amiga da Gretchen antes dele nascer. O que eu pedir, ela faz. Não tenho culpa se ela preferiu a gente. Tem espaço para todo mundo. Não sou acostumada com essa ‘guerrinha’ de concorrência. Não faz parte do meu modo de ser profissionalmente. Talvez eu seja mais madura”, declarou.

Em seguida, a apresentadora ainda comentou as acusações feitas pela cantora à revista. “Olha, não achei que a Veja pegou tão pesado como ela sentiu. Mas não sou eu que estou apanhando. Para a gente que vê de fora com viés jornalístico, não foi tanto. Mas dá para sentir um menosprezo. O texto fez pouco caso em relação a ela. Foi tendencioso menosprezando. O título, a manchete, tudo foi de mau gosto. Ela tem razão em reclamar. Não de ficar tão magoada, mas de reclamar sim. Mas a jornalista em questão já fez uma nota também, tudo se resolve”, concluiu.

Entenda a polêmica

Nesta semana, Gretchen é o assunto principal da Veja Rio. Na capa aparece uma imagem da artista com a chamada “O bumbum caiu, mas o cachê subiu”. As linhas embaixo dizem ainda que ela passou “anos no ostracismo”. E esse “gancho” escolhido pelos editores, segundo suas palavras, foi “machista” e “pobre de espírito”.

“Que pena, DANIELA PESSOA (a repórter) que ainda existem pessoas como você. Em pleno sábado de aleluia, você é o verdadeiro Judas, você é a maior representante de Judas que eu tive o desprazer de receber dentro da minha casa. Eu até então julgava a revista Veja como um veículo de nível e de respeito. O Multishow pagou todas as suas despesas para ir a Mônaco. Passagem, estadia, alimentação e transporte. Tudo à sua disposição. Mais ainda. Entrou na minha casa, conviveu no seio da minha família. Que desprezível em pleno 2018, num momento de empoderamento feminino, uma mulher fazer isso com outra em troca de dinheiro ou meros 5 minutos de fama. Você foi machista”, escreveu Gretchen em sua página do Instagram.

“Nenhum artista de respeito vai querer dar entrevista pra você mais. Você foi pobre de espírito. Você não tem luz. Mas EU VOU CONTINUAR A SUBIR NOS PALCOS, fazendo sucesso, levando minha alegria e força PRA TODOS QUE ME AMAM, coisa que vc não tem. Talvez foi isso que te incomodou. A minha luz e a minha força foram demais pra você. Lamento muito, revista Veja, pois a credibilidade em você hoje é nenhuma. Vocês mentiram inclusive no valor dos custos do programa. Mas estou aqui! PORQUE EU TENHO LUZ”, finalizou.

Que pena,DANIELA PESSOA @danipessoa86 que ainda existem pessoas como você. Em pleno sábado de aleluia, vc é o verdadeiro Judas,vc é a maior representante de Judas que eu tive o desprazer de receber dentro da minha casa. Eu até então julgava a revista Veja como um veículo de nível e de respeito. O multishow pagou todas as suas despesas para ir a Mônaco. Passagem, estadia,alimentação e transporte. Tudo a sua disposição. Mais ainda. Entrou na minha casa, conviveu no seio da minha família. Que desprezível em pleno 2018,num momento de empoderamento feminino,uma mulher fazer isso com outra em troca de dinheiro ou meros 5 minutos de fama. Vc foi machista!!! Nenhum artista de respeito vai querer dar entrevista pra vc mais. Vc foi pobre de espírito. Vc não tem luz. Mas EU VOU CONTINUAR SUBIR NOS PALCOS, fazendo sucesso, levando minha alegria e força PRA TODOS QUE ME AMAM, Coisa que vc não tem. Talvez foi isso que te incomodou. A minha luz e a minha força foi demais pra vc. Lamento muito Revista Veja pois a credibilidade em vc Hj é nenhuma.Vcs mentiram inclusive no valor dos custos do programa. Mas estou aqui!!! PORQUE EU TENHO LUZ. 🎆🎊🎉🍾🎈

Uma publicação compartilhada por Gretchenoficial (@mariagretchen) em 31 de Mar, 2018 às 10:44 PDT

O perfil da revista, em seguida, usou a mesma rede social para se retratar. “Lamentamos as interpretações dadas à reportagem com Gretchen. O texto mostra claramente que a cantora conseguiu se reinventar e mostra uma série de iniciativas que comprovam isso. Convidamos aqueles que ainda não leram a tirarem suas conclusões após a leitura. Quanto ao título da capa, os repórteres da revista não são responsáveis pela escolha do texto ou da foto. O título foi apenas uma forma bem-humorada de dizer que ela superou a fase em que se valia da exposição do seu corpo para se tornar uma artista mais completa. Pedimos sinceras desculpas aos que interpretaram essas palavras como machismo”, publicou.