João Neto e Frederico pensam nos filhos antes de aceitar parceria: “alguns funks não gravaríamos”

  • Por Jovem Pan
  • 02/04/2018 14h02
Johnny Drum/ Jovem Pan

Com mais de 12 anos de estrada, João Neto e Frederico sabem como é preciso se reinventar na música, mas sem deixar as raízes de lado. Depois de se renderem ao sucesso do funk e gravarem “Cê Acredita” com Kevinho, a dupla contou que sempre pensa na família e filhos ouvindo suas canções antes de aceitar algum projeto.

“Tem algumas letras do funk que não gravaríamos. João Neto e Frederico não precisa disso e na música tudo que você gravar fica para sempre”, explicaram no Pânico na Rádio desta segunda-feira (2).

“Nunca gravamos nada que não tenha a ver quando a gente. Quando a música se identifica com a gente não tem porque não gravar, mas pensamos nos nossos filhos ouvindo porque eles cantam tudo que a gente grava”, continuaram.

Entre os recentes sucessos do funknejo, “Paraíso”, parceria de Lucas Lucco com Pabllo Vittar, seria um exemplo do que João Neto e Frederico não gravariam: “não achei muito propósito. Somos mais caretas”.

“[A música com Kevinho] deu muito certo porque somou muito pra gente e como nós não somos novidade mais, temos que procurar fazer coisas diferentes e novas pro nosso público consumir”, explicaram.

“Cê Acredita”, inclusive, foi premiada pelo Spotify Brasil como uma das músicas mais ouvidas da plataforma. “Ainda vamos receber prêmio por ter uma das músicas mais vendidas com essa parceria”, falaram.