‘José Bonifácio não é nenhum pioneiro’, diz historiadora Mary Del Priore

  • Por Jovem Pan
  • 11/04/2019 14h17
Jovem PanMary Del Priore e Claudio Tognolli foram os convidados do Pânico nesta quinta-feira (11)

A historiadora Mary Del Priore está lançando o livro “As Vidas de José Bonifácio”, em que detalha a trajetória de José Bonifácio e conta histórias que muita gente não conhece. Em entrevista ao Pânico nesta quinta-feira (11), ela desmistificou a figura de Bonifácio. “Ele não é nenhum pioneiro”, afirmou.

Segundo Mary Del Priore, o patrono do Exército Brasileiro ficou conhecido por defender pautas que eram tidas como pioneiras, mas já eram comentadas por muita gente na época. “O que ele vai dizer na Europa sobre a preservação das matas, já se falava há muito tempo. Desde o século 18 já tinha governadores falando que não podia continuar queimando floresta”, explicou a especialista.

Além disso, Bonifácio era contra a liberdade de imprensa. “Ele censurou a imprensa de todo jeito que pode. Mandava dar de pau nos adversários dele”, relatou Del Priore.

Ela, no entanto, disse que não se pode diminuir a importância de Bonifácio para a história do Brasil, uma vez que ele foi  importante em vários aspectos, entre eles a promoção da diversidade cultural. “Naquela época, o José Bonifácio já estava convivendo com mulatos que estavam no poder. Havia uma classe média mulata fortíssima no final do século 18 e começo do 19. O que o José Bonifácio estava vendo é que cada vez mais essas pessoas estariam participando da história do Brasil”, contou a historiadora.

Mary Del Priore ainda revelou que José Bonifácio gostava muito de dançar. “Ele gostava de balada, de noite, de dançar. Era um grande dançarino de lundu”, disse a especialista.