Matheus Ceará relembra "não" para a Globo e diz: “só saio do SBT se me mandarem embora”

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2017 14h15
Johnny Drum/ Jovem Pan

Integrante do time do “A Praça É Nossa”, do SBT, Matheus Ceará recebeu um convite esperado por muitos humoristas: ir para a TV Globo. Mas ele recusou. No Pânico na Rádio desta sexta-feira (1), ele explicou porque não aceitou a proposta e disse que, se depender dele, não tem planos de deixar a emissora de Silvio Santos.

“O Carlos Alberto me deu uma oportunidade que ninguém nunca tinha me dado e [na ‘Praça’] eu posso falar o que eu quero falar como eu quero falar. Eu sou muito grato e só saio se ele quiser ou se me mandarem embora”, afirmou. “Não foi por grana que eu falei ‘não’ para o Faustão e não me arrependo de não ter ido para a Globo”.

Na “Praça”, Matheus aproveita a liberdade que tem de criar seus textos de improviso, sem precisar apresentar nada para ser aprovado de antemão. A jogada, no entanto, é arriscada.

“É um risco porque ele [Carlos Alberto] pode não rir, o que já aconteceu. Ele pode não entender, achar que exagerei, mas no geral nunca tive problema de ele ficar bravo comigo”, contou.

Questionado sobre a demissão de Moacyr Franco que pegou até mesmo Carlos Alberto de surpresa, Matheus Ceará preferiu não falar sobre o assunto, mas reconheceu que a emissora não informou a ninguém da decisão. “Chegou pra gente como chegou pra vocês”, se limitou a dizer.