‘O STF erra demais ao legislar’, diz o deputado Marcel van Hattem

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2019 14h26
Jovem PanMarcel van Hattem foi o convidado do Pânico nesta sexta-feira (15)

O deputado federal Marcel van Hattem (Novo) criticou a discussão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a criminalização da homofobia. “O STF erra demais ao legislar”, disse em entrevista ao Pânico nesta sexta-feira (15).

Eleito para seu primeiro mandato na Câmara dos Deputados, van Hattem argumentou que uma decisão do STF não respeitaria o que foi decidido na Câmara. “O STF também precisa entender que não deliberar é uma deliberação”, explicou. “A questão do aborto, que o STF vira e mexe é provocado a abordar, é algo que o parlamento decidiu não deliberar no passado”, exemplificou. “O STF acaba fazendo com que se desacredite o parlamento e a sociedade que vota.”

O parlamentar também falou sobre a reforma da Previdência, que deverá ser discutida na Câmara nos próximos meses. “Nós somos favoráveis à reforma da Previdência, tributária e política”, disse sobre sua posição e a do partido Novo. “No fundo, já estamos pagando a conta”, afirmou sobre os efeitos da crise na Previdência.

Para van Hattem, a reforma previdenciária é a mais urgente. “Eu não tenho ilusão de me aposentar pelo INSS”, confessou. “Quem está entrando no mercado de trabalho com 18, 19 anos já está pensando em previdência privada, essas pessoas são as mais inteligentes”, explicou o deputado.

Prefeito de Porto Alegre?

Eleito pelo Rio Grande do Sul e com muitos votos vindos da capital do estado, Marcel van Hattem é uma das novas forças políticas da região, mas não quer se aproveitar disso para escalar cargos. Ele, por exemplo, rechaça a ideia de concorrer à prefeitura de Porto Alegre no ano que vem. “Não tenho essa ambição”, disse.

A grande meta de van Hattem é servir bem a seus eleitores. “Eu quero cumprir meu mandato até o final, meu bom objetivo é ser um bom deputado federal”, prometeu.