Recordista Rodrigo Koxa defende Maya Gabeira no Guinness: "as feministas podiam bater esse martelo"

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2018 14h12
Jovem PanBrasileiro já surfou a maior onda do mundo em Portugal

Pode olhar no Guinness Book para confirmar. O recorde atual de maior onda já surfada na história é de um atleta brasileiro. Estamos falando de Rodrigo Koxa, surfista que venceu em 2017 o cobiçado prêmio Quiksilver XXL Biggest Wave, competição oficial da World Surf League (WSL), e entrou para o livro no ano seguinte após análise dos juízes da Big Wave Awards. Só que, para ele, a comemoração poderia ser dobrada. Isso porque a fama brazuca no esporte big rider seria ainda maior se existisse o mesmo reconhecimento às mulheres.

“A Maya Gabeira teve um trauma assim como eu e se superou. Pena que não tem o recorde de maior onda surfada por uma mulher, porque seria dela. Deveria ter. As feministas podiam bater esse martelo. Não sei porque. Não tem porque não tem. Não tem um Guiness de maior onda feminina. Esse ano ela pegou uma onda incrível para uma mulher depois do que ela viveu”, disse nesta quinta-feira (24) em entrevista ao Pânico.

O convidado fez referência aos acidentes que ambos tiveram durante a prática do esporte em Nazaré, Portugal. O dele aconteceu em 2014; já o dela, em 2013.

“Depois daquilo passei por uma fase punk. Voltei para o Brasil com transtorno do estresse pós-traumático. Tinha pesadelo toda noite. Sonhava com pedras”, revelou. “Perdi meu patrocínio e fiquei muito mal. A vida inteira eu tinha investido nisso! Cheguei até a fazer ENEM para tentar me reinventar (…). Mas voltei, não adianta. É minha paixão. Cada um tem a sua. Querendo ou não, o medo nos mantém vivos. É como uma proteção”.

Coincidentemente (ou não, já que a área é uma das mais visadas pelos big riders no momento), a superação dos dois aconteceu no mesmo local. Em novembro de 2017, Koxa voltou a Nazaré para surfar uma onda de 24,38 metros, e, em janeiro de 2018, Maya também retornou para uma de pouco mais de 24 metros. Ela já entrou com pedido de medição na WSL Big Wave Awards e aguarda o envio da marca ao Guinness. Agora resta aguardar – e torcer. 

Nos  vídeos da entrevista, Koxa fala mais sobre a nada usual rotina de um surfista de ondas gigantes. Confira todos no canal do Pânico no YouTube!