"Temos que lutar contra a impunidade", explica líder do movimento Nas Ruas sobre crise

  • Por Jovem Pan
  • 07/04/2016 14h01
Jovem Pan<p>Carla Zambelli é a líder do movimento Nas Ruas e participou do Pânico</p>

Pedido de impeachment sendo julgado, 27ª fase da Lava Jato em movimento e o Pânico desta quinta-feira (07) recebeu o jornalista Claudio Tognolli e Carla Zambelli, líder do Nas Ruas, e símbolo contra a corrupção nacional.

“A gente achou que poderia lutar contra a corrupção, mas não. É algo meio inerente ao ser humano. Temos que lutar contra a impunidade”, explicou Zambelli sobre o surgimento do movimento em 2011.

Atualmente, o Nas Ruas se enveredou contra o Partido dos Trabalhadores. “A gente não tinha braço pra brigar com todo mundo. Vamos no que tem de pior no momento, e o que tem de pior é o PT. A saúde tá um lixo e as faculdades com um ensino péssimo. “, desabafou.

Sobre Dilma Rousseff? Zambelli rasgou o verbo: “ela não tem capacidade mental”.

A melhor solução para o País, segundo Carla, seria um plano político e econômico a longo prazo, “o problema é que isso não gera voto, aí apresentam sempre coisas a curto prazo”.

Tognolli e Carla acreditam que o atual momento político está polarizado. Jornalista da bancada do Morning Show da Jovem Pan, Claudio enxerga essa tal briga de lados políticos de uma maneira mais drástica: “é um momento muito propício pro surgimento de um psicopata, de um Hitler”.