Depois de acusações de racismo, première de filme de Liam Neeson é cancelada

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2019 08h23
ReproduçãoLiam Neeson deu declarações consideradas racistas em entrevista

A première de “Vingança a Sangue Frio”, em Nova York, foi cancelada após acusações de racismo contra o protagonista Liam Neeson, que deu declarações polêmicas em entrevista. O evento aconteceria na noite de terça-feira (5).

O ator disse que circulou pelas ruas portando um bastão desejando matar um “negro cretino” depois de decobrir que uma amiga havia sido estuprada por um homem negro.

“Eu fui para cima e para baixo com um bastão, torcendo para ser abordado para alguém – tenho vergonha de dizer – e eu o fiz por talvez uma semana, esperando que um ‘negro cretino’ saísse de um pub e tentasse algo comigo, sabe? Para que eu pudesse matá-lo”, afirmou. Ele fez o sinal de aspas com as mãos ao falar “negro cretino”.

Depois da repercussão da reportagem ao Independent, Liam participou do Good Morning America e revelou que procurou ajuda de um padre na ocasião. “Porque minha amiga foi brutalmente estuprada e pensei que estava defendendo sua honra. É uma curva de aprendizado”, disse.

“Nós fingimos que somos politicamente corretos. Neste país (Estados Unidos) – e é igual no meu país também – às vezes você penetra um pouco a superfície e descobre esse racismo e preconceito. E está lá”, completou.

Neeson será um dos apresentadores de prêmio do Oscar, em 24 de fevereiro. Ainda não está claro se a controvérsia vai afetar sua aparição na cerimônia.