Toronto Raptors bate Warriors e faz história com conquista de 1º título da NBA

  • Por Jovem Pan
  • 14/06/2019 09h37
EFEToronto Raptors fez história com título da NBA

A cidade de Toronto tem um novo herói e seu nome é Kawhi Leonard, comandante dos Raptors nas finais da temporada 2018-2019 da NBA, que chegou ao fim na noite de quinta-feira, com a vitória dos canadenses por 114 a 110 sobre o Golden State Warriors, na Oracle Arena, fechando a série em 4 a 2 e conquistando o inédito título da liga para a franquia.

Em 73 anos de vida da NBA, foi a primeira vez que uma equipe de fora dos Estados Unidos ficou com o Troféu Larry O’Brien. E para Toronto, chegou ao fim o jejum de títulos nos três principais esportes do país (hóquei no gelo, beisebol e basquete), que durava desde 1993, quando o Blue Jays venceu a sua segunda e última World Series (final da Major League Baseball) contra o Philadelphia Phillies.

Escolhido o MVP das Finais, Kawhi foi o responsável por converter os últimos três lances livres que definiram a vitória dos Raptors. O camisa 2 terminou a partida com 22 pontos, seis rebotes e duas assistências.

No entanto, não é certa sua permanência em Toronto na temporada 2019-2020, já que ele passará a ser um agente livre.

Além de Kawhi Leonard, mais três nomes da franquia canadense deixaram a quadra com mais de 20 pontos: Pascal Siakam e Kyle Lowry, ambos com 26, e o armador reserva Fred VanVleet, com 22.

O pivô espanhol Marc Gasol que em março trocou o Memphis Grizzlies pelos Raptors, também fez história. Ele e Pau, são os únicos irmãos estrangeiros campeões da NBA.

Pau Gasol, atualmente no Milwaukee Bucks, tem dois títulos da liga com a camisa do Los Angeles Lakers.

Pelo lado dos Warriors, que buscavam o tricampeonato, o grande destaque vinha sendo Klay Thompson até lesionar o joelho esquerdo, no fim do terceiro período, e deixar a partida. O camisa 11 foi o cestinha com 30 pontos.

Ainda não se sabe a gravidade da lesão de Thompson, diferente de Kevin Durant, que no jogo 5 rompeu o tendão de Aquiles do pé direito, e segundo afirmação feita pelo técnico Steve Kerr no final da partida desta quinta, está fora da próxima temporada.

Outros destaques dos Warriors foram Andre Iguodala e Stephen Curry, com 22 e 21 pontos, respectivamente, além de Draymond Green, com triplo-duplo de 11 pontos, 19 rebotes e 13 assistências.

O jogo marcou a despedida do Golden State Warriors da Oracle Arena, em Oakland. Na próxima temporada, a franquia mandará seus jogos em um moderno ginásio localizado na cidade de San Francisco, também na Califórnia.

*Com Agência EFE