‘A gente perde o chão’, diz Oliveira Andrade sobre Boechat

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2019 15h22
Estadão ConteúdoRicardo Boechat faleceu nesta segunda-feira (11) depois que o helicóptero em que ele estava caiu no Rodoanel, na Zona Sul de São Paulo

O narrador Oliveira Andrade afirmou que “perdeu o chão” quando soube da morte do colega de emissora Ricardo Boechat, que faleceu nesta segunda-feira (11) depois que o helicóptero em que ele estava caiu no Rodoanel, na Zona Sul de São Paulo.

“Por trás daquela imagem que parecia de uma pessoa mau humorada, ele tinha um coração generoso”, disse Andrade em entrevista ao Jornal Jovem Pan, da Jovem Pan. “[Boechat era um] Homem muito simples, cumprimentava todo mundo e tinha sacadas espetaculares”, completou ele.

O narrador disse que conheceu Boechat apenas na Bandeirantes, mas que já era um “admirador” e “leitor” do jornalista. “Muitas tragédias acontecendo em menos de 15 dias”, lamentou Andrade, referindo-se à tragédia de Brumadinho, ao temporal no Rio de Janeiro e, à mais recente delas, a morte de dez meninos num incêndio no Centro de Treinamento do Flamengo, na última sexta-feira (8). “É muita coisa”, completou.