Com ‘nó na garganta’, Jô Soares diz que Boechat fará ‘falta monumental’

  • Por Jovem Pan
  • 11/02/2019 17h27
Reprodução/Band NewsBoechat era jornalista da TV Band e da rádio Band News

O escritor e apresentador Jô Soares lamentou nesta segunda-feira (11) a morte do amigo Ricardo Boechat, que estava em helicóptero que caiu em São Paulo. Em entrevista à Jovem Pan, ele disse que o jornalista “vai fazer uma falta monumental”.

“Eu não posso ficar falando muito dele, porque me deixa com um nó na garganta”, declarou, antes de fazer uma breve pausa e comentar “a maneira estúpida como morreu” o colega. Boechat tinha 66 anos e era âncora da TV Band e da Rádio Band News.

“É uma amizade de muitos e muitos anos, sempre renovada, sempre refeita, de duas pessoas que pensavam muito parecido. Ele era um destemido, tinha um senso de humor extraordinário”, contou Jô, que também é humorista e ator.

“Eu me lembro, e até me orgulho, de ter sido talvez a primeira pessoa que quando viu ele na telinha pegou o telefone e falou: ‘Ricardo, esse é o seu veiculo, pode ter certeza’. E encaixou, ficou uma coisa única e original. E isso tem anos”, completou.

Ricardo Boechat, nascido na Argentina, estava em helicóptero que se acidentou no fim da manhã na região do Rodoanel, na zona sul da capital paulista. Além dele, morreu na queda o piloto, Ronaldo Quattrucci. Um caminhão ficou danificado.