Macron lamenta incêndio em Notre-Dame: ‘Triste ao ver queimar uma parte de nós’

  • Por Jovem Pan
  • 15/04/2019 17h04
EFEO presidente Emmanuel Macron e outras autoridades francesas visitaram a Catedral de Notre-Dame nesta segunda-feira (15)

O presidente da França, Emmanuel Macron, usou o Twitter para se pronunciar sobre o incêndio na Catedral de Notre-Dame, em Paris, nesta segunda-feira (15). “Como todos os nossos compatriotas, estou triste esta noite ao ver queimar uma parte de nós”, escreveu.

Macron foi à região da Catedral por volta das 20h15, no horário local (15h15 no horário de Brasília), acompanhado pelo primeiro-ministro, Edouard Pilippe. No mesmo tweet, ele afirmou que o país inteiro estava emocionado, especialmente os católicos.

“Notre-Dame de Paris em chamas. Emoção de uma nação inteira.  Meus pensamentos para todos os católicos e todos os franceses; Como todos os nossos compatriotas, estou triste esta noite ao ver queimar uma parte de nós”, disse o presidente.

Incêndio em Notre-Dame

O incêndio que atingiu a Catedral de Notre-Dame, em Paris, começou por volta das 14h desta segunda-feira. Toda a área ao redor foi isolada e uma operação tenta controlar as chamas, que afetam sobretudo a torre central do templo. Ainda não se sabe o que deu origem ao fogo. Os turistas foram retirados do local e a polícia confirmou que não há vítimas. O pináculo, torre mais alta da catedral, ruiu por causa das chamas.

De acordo com a CNN, um porta-voz da catedral disse que o promotor de Paris abriu uma investigação para apurar as causas do incêndio. A prefeitura de Paris divulgou, no Twitter, que o espaço de exposições Halle des Blacs Manteaux foi aberto para acolher os moradores da Ille de la Cité, afetados pela evacuação da região.