Meninos resgatados da Tailândia visitam templo para agradecer recuperação

  • Por Agência EFE
  • 19/07/2018 08h43
EFE/Pongmanat TasiriMeninos tailandeses mostraram estarem recuperados após receberem alta de hospital

Os 12 adolescentes e o treinador do time de futebol “Javalis Selvagens”, que ficaram mais de duas semanas presos em uma caverna no norte da Tailândia, participaram nesta quinta-feira de uma cerimônia de ação de graças após passarem a primeira noite em casa depois de deixarem o hospital.

Os meninos estiveram no início da manhã (hora local) no templo Wat Pha That Doi Wao, em Mae Sai, na província de Chiang Rai, onde vivem a maioria deles, acompanhados de familiares, segundo mostraram as televisões locais.

Todos eles realizaram um ritual destinado a garantir uma vida longa e próspera juntamente com o outro para, de acordo com a tradição budista, ganhar mérito em favor de Saman Kunan, o mergulhador tailandês que faleceu durante as operações de resgate.

A cerimônia aconteceu no dia seguinte que eles deram a primeira entrevista onde os jovens contaram pela primeira vez sua experiência.

Eles relataram que durante os nove dias que ficaram desaparecidos, chegaram a cavar em busca de uma saída e sobreviveram bebendo a água que escorria pelas paredes da caverna.

Os jovens também descreveram como “milagroso” o momento em que foram encontrados pelos mergulhadores, o que iniciou uma complicada operação para tirá-los do local, que chegou a envolver mais de mil pessoas.