Bryan Singer paga US$150 mil para encerrar ação de suposto estupro

  • Por Jovem Pan
  • 13/06/2019 07h55
Reprodução/TimeBryan Singer chegou a acordo para encerrar processo

Bryan Singer concordou em pagar um valor de 150 mil dólares para encerrar processo que o acusa de ter estuprado um jovem de 17 anos em 2003. Cesar Sanchez-Guzman entrou com uma ação em dezembro de 2017, em que ele afirmou que o diretor praticou sexo oral e o penetrou sem seu consentimento. O diretor negou as acusações.

O pagamento aguarda aprovação de tribunal dos Estados Unidos, mas a expectativa é de que a ação seja desconsiderada. O advogado de Singer, Andrew Brettler, disse ao NME que “a acusação contra o Sr. Singer não tinha qualquer base legal”.

A ação original foi protocolada na mesma semanas em que Bryan foi demitido do comando de “Bohemian Rhapsody”. Ele também enfrentou acusações de quatro homens, algumas de que houve relações sexuais com menores de idade.